Região de Lisboa nomeada para Melhor Destino Metropolitano à beira-mar

 

Fotografia: Pedro Mestre

 

Estão a decorrer as votações para os prémios World Travel Awards e a Região de Lisboa concorre para Melhor Destino Metropolitano à Beira-mar.

Embora a capital portuguesa tenha já vindo a somar várias distinções internacionais ao longo dos anos, ainda nunca conquistou o galardão para Melhor Destino Metropolitano à beira-mar.

Este ano será já a 29ª edição do evento, e a região lisboeta pode sair vencedora desta e de outras categorias, pois também se encontra nomeada para Melhor Destino de Cidade, Melhor Destino City Break, Melhor Destino de Cruzeiros e Melhor Porto de Cruzeiros da Europa.

A Ericeira é uma das zonas balneares que contribui para esta nomeação

Vítor Costa, director-geral do Turismo de Lisboa e presidente da Entidade Regional de Turismo de Lisboa, sublinha que “é com enorme honra e satisfação que Lisboa recebe estas nomeações, fruto do dinamismo, capacidade de inovação e enriquecimento da qualidade da oferta no desenvolvimento da estratégia regional”

Se há algo ímpar em Lisboa, são as suas praias de água cristalina, sendo esta uma região conhecida especialmente pelas suas paisagens e oferta turística. Praias e zonas balneares que compõem esta região, como Setúbal, Sesimbra, Costa da Caparica, Ericeira, Cascais e Sintra, são distintivamente ilustres pelas actividades de surf, mergulho e o mais diversos desportos aquáticos. Algumas das actividades que, como é possível ver na Ericeira e noutros destinos costeiros, chamam a atenção dos olhos do mundo.

As votações decorrem até ao dia 8 de Agosto e os vencedores dos prémios serão anunciados no dia 1 de Outubro deste ano.

O World Travel Awards foi estabelecido em 1993 para reconhecer, recompensar e celebrar a excelência em todos os sectores-chave das indústrias de viagens, turismo e hospitalidade. Hoje, a marca World Travel Awards é reconhecida mundialmente como a marca máxima da excelência desta indústria.

Esta publicação também está disponível em | This article is also available in: Inglês