Seis praias galardoadas com Bandeira Azul no Concelho de Mafra

 

Fotografia: DR

 

Foram ontem anunciadas as praias, marinas e embarcações de ecoturismo que podem hastear a Bandeira Azul este ano.

Nesta época balnear, que arrancará no dia 12 de Junho, seis praias do Concelho de Mafra voltam a ser galardoadas com Bandeira Azul: Porto da Calada, São Lourenço, Ribeira d’Ilhas, Algodio (ou Praia do Norte), Baleia (ou Praia do Sul) e Foz do Lizandro-Mar.

praias galardoadas sob o lema de preservar o mar e os seus ecossistemas

O Programa Bandeira Azul 2021 foca-se no tema “Recuperação de Ecossistemas” e, segundo a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), tem como principal objectivo “desafiar o olhar para os ecossistemas, identificar aqueles que podem recuperar e desenvolver actividades nesse sentido”.

Ao longo do nosso país (não apenas na costa portuguesa, mas também no interior), continua a crescer o número de praias, marinas e embarcações de ecoturismo premiadas por cumprirem com qualidade um conjunto de critérios de natureza ambiental, segurança e conforto dos utilizadores e de informação e sensibilização. Há 34 anos que Portugal distingue as suas praias e este número já quintuplicou (em 1983, eram 71). No ano de 2021, serão 372 praias (mais 12 do que no ano passado), 330 costeiras e 42 fluviais, 16 marinas e 11 embarcações com Bandeira Azul, distribuídas por 98 municípios.

Fafe, Oleiros, Avis, Beja e Óbidos são os cinco municípios com praias galardoadas que nunca se tinham candidatado antes. Destes, apenas Óbidos não se localiza no interior do país, o que mostra que a ABAE tem vindo a investir no desenvolvimento das qualidade das praias interiores.

Portugal ocupa, neste momento, o segundo lugar em quantidade de praias interiores (são 42 as fluviais) e o sexto lugar no ranking dos 53 países com maior número de bandeiras azuis, através de Espanha, França, Itália, Grécia e Turquia.