Santiago Ribeiro fica em 7º na Taça de Portugal de Karting

 

Fotografia: DR

 

Santiago Ribeiro, jovem piloto da Ericeira, ficou na 7ª posição da Taça de Portugal de Karting.

Três meses depois, a caravana do Karting nacional voltou à competição, no passado fim de semana, no Kartódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

O jovem piloto de apenas 14 anos venceu uma manga de qualificação e terminou a Taça de Portugal de Karting entre os 7 primeiros classificados na competitiva e exigente categoria X30Sénior, disputada por mais de 20 concorrentes.

fico contente com o nosso andamento e isto abre boas perspectivas para o Campeonato de Portugal

Apesar de ser um dos pilotos mais jovens de todo o pelotão, Santiago Ribeiro mostrou na Taça de Portugal de Karting que é preciso contar com ele na luta pelas vitória, apesar de iniciar agora apenas a sua segunda época na categoria-rainha: começou por ser o segundo mais rápido nos treinos cronometrados em Portimão, muito próximo da pole-position, conseguindo depois um 4º lugar na manga de qualificação de Sábado, onde os quatro primeiros classificados terminaram separados por 0,5s!

No domingo de manhã, Santiago Ribeiro foi o mais rápido no ‘warm-up’, confirmando depois a sua competitividade ao ganhar de forma brilhante a segunda manga de qualificação, o que lhe dava o 2.º lugar na grelha de partida da Pré-Final. E foi exactamente nessa posição que o piloto da Ericeira terminou a Pré-Final, mostrando que tinha andamento para lutar pela vitória. Na Final, numa corrida muito intensa, ‘Santi’ Ribeiro viria a ser prejudicado por alguns toques e bloqueios em pista que o fizeram cair até ao 7º lugar final, sendo, ainda assim,um resultado muito meritório naquela que é uma das mais importantes provas do Karting em Portugal.

“Senti-me bem logo desde os treinos e percebi que podíamos lutar por um bom resultado. Ganhei a segunda manga e isso deu-me muita motivação para atacar a vitória, só que infelizmente fui bloqueado por outro piloto em alturas cruciais da corrida, onde era preciso não perder o ‘comboio’ da frente. Nesta categoria tão disputada, com mais de 20 pilotos, é difícil depois ‘fechar’ qualquer diferença para os da frente, mas fico contente com o nosso andamento e isto abre boas perspectivas para o Campeonato de Portugal”, afirmou o promissor piloto da Ericeira, que em poucas épocas no Karting já deu nas vistas em grandes competições, tanto em Portugal como no estrangeiro.