Tiago Pires vai disputar o título nacional de surf em Cascais

 

Fotografia: Pedro Mestre / ANSurfistas

 

Tiago ‘Saca’ Pires, actual 4º classificado do ranking, não é o principal favorito ao título nacional de surf 2016, que estará em jogo dentro de dias em Cascais, mas as ausências de Frederico Morais e Vasco Ribeiro (devido a compromissos internacionais) podem facilitar-lhe a tarefa.

É já na Quinta-feira que começa o Huawei Cascais Pro, a última e decisiva etapa da Liga Moche. Depois de quatro etapas com três vencedores diferentes, são cinco os surfistas que têm chance de conquistar o título nacional de surf deste ano.

Entre os dias 6 a 8 de Outubro, Pedro Henrique, José Ferreira, Tiago Pires, Filipe Jervis e Marlon Lipke vão disputar o troféu máximo do surf nacional.

Pedro Henrique (irmão de Carol Henrique, recente campeã nacional feminina) é o líder do ranking e o único candidato que depende apenas de si mesmo. Para juntar o título nacional de surf ao seu vasto currículo, precisa apenas de chegar à final do Huawei Cascais Pro.

Ainda assim, caso Pedro Henrique não chegue à final, ficando em 3º lugar (meias-finais), a tarefa não se afigura fácil para os restantes surfistas. Neste caso, José Ferreira e Tiago Pires serão os candidatos em melhor posição para conseguir o título, sendo que ambos estão obrigados a vencer esta etapa para conseguir o troféu. Caso tal cenário aconteça, Pedro Henrique em 3º e José ou Tiago em 1º, dá-se igualdade de pontos, o que levaria a uma situação de desempate, a resolver com base nos regulamentos. Pelo currículo competitivo ímpar, Tiago Pires, que no início do ano assumiu a vontade de se sagrar campeão nacional este ano, é merecedor de destaque nesta corrida.

Também Filipe Jervis e Marlon Lipke vão ficar à espera de um resultado menos positivo de Pedro Henrique. Marlon Lipke terá de contar com um 5º lugar (ou pior) de Pedro Henrique. Caso assim aconteça, o surfista algarvio precisa de nova vitória para assegurar o seu primeiro título nacional Open. Por seu turno, Filipe Jervis precisa que Pedro Henrique não vá além de um 9º lugar, vencendo o Huawei Cascais Pro.

Além da decisão do título nacional, o Huawei Cascais Pro terá ainda em disputa o Ramirez Junior Award e a Renault Expression Session.

Existem ainda outros atletas do Ericeira Surf Clube entre o actual top 10 da Liga Moche: Gony Zubizarreta (7ºclassificado) e Tomás Fernandes, na 8ª posição do ranking.