Skeleton Sea em exposição colectiva com “Os Rebentos” da Ericeira

Skeleton Sea

 

Fotografia: Skeleton Sea

 

A exposição, que será inaugurada dia 17 de Abril pelas 17 horas, é o resultado de um trabalho que os artistas da Skeleton Sea vêm desenvolvendo com crianças e professores, onde o foco é a preservação dos Oceanos e a Arte como potente motor de transformação.

Vários workshops aconteceram, assim como recolha de “lixo” nas praias locais. Depois, a criação e recriação de objectos surgiu como livre forma de expressão individual.

Esta iniciativa incluiu também, através de leituras e partilha de conhecimento, a sensibilização dos participantes para o papel do Oceano na vida humana e do planeta.

E é de toda esta actividade que nasce a exposição, composta por cerca de 500 das melhores peças realizadas, incluindo algumas esculturas da colecção Skeleton Sea “Mantenha os Oceanos Limpos”.

Encontrar novos usos para velhas e indistintas “coisas”, criar a partir de materiais inesperados e construir um entendimento, entre crianças e adultos, do que é ser artista e experimentar um ambiente expositivo, por si só, já chegavam para elevar expectativas. Saber que esses momentos poderão significar o respeito pelo mar e areais é algo que pode estar invisível por entre a originalidade das peças, mas que foi implementado – provavelmente de forma inesquecível – na consciência dos protagonistas do futuro.

No final do projecto, as obras de arte serão devolvidas às escolas da Encarnação, Carvoeira, Santo Isidoro e da Ericeira, como recursos didáctico-pedagógicos e para efeitos estéticos.

A Skeleton Sea é o projecto de três surfistas que escolheram fazer arte “sobre o mar” para transmitir a importância de manter o oceano limpo, respeitar a Natureza e os direitos humanos.