Sete Sóis Sete Luas regressa a Mafra

Sete Sóis Sete Luas

 

Fotografia: DR

 

A XXVI edição do Festival Sete Sóis Sete Luas vai regressar a Mafra para dois singulares espectáculos que se realizarão entre amanhã e Sábado (dias 7 e 8 de Setembro), sempre pelas 21:30 e com entradas gratuitas.

A Associação Cultural Sete Sóis Sete Luas, que promove uma série de iniciativas em diversas localidades no nosso país e no estrangeiro, organiza, em parceria com a Câmara Municipal de Mafra, ambos os espectáculos. No dia 7 de Setembro, no Terreiro D. João V, decorrerá um espectáculo de rua pelos L’Avalot, oriundos da Catalunha, Espanha. No dia seguinte subirá ao palco do Jardim do Cerco a Santo Antão 7 Sóis Band, oriunda de Cabo Verde.

Este festival, que bebe inspiração na obra “Memorial do Convento” de José Saramago, tem como fundamento a construção do Real Edifício de Mafra, que serviu de pano de fundo para o icónico livro do Nobel da Literatura.

O Festival Sete Sóis Sete Luas é promovido por uma Rede Cultural de 30 cidades de 11 Países do Mediterrâneo e do mundo lusófono, com uma programação no âmbito da arte e música popular contemporânea, contando com participação de grandes figuras da cultura mediterrânica e lusófona. Os principais objectivos são o diálogo intercultural, a mobilidade dos artistas e a criação de formas originais de produção artística. Tendo contado, desde o início, com o apoio dos Prémio Nobel da Literatura José Saramago e Dario Fo, que foram presidentes honorários desde 1993, o espírito deste Festival encontra-se materializado na “Passarola”, a máquina voadora criada por Baltazar Sete Sóis e por Blimunda Sete Luas (personagens principais do “Memorial do Convento”, de Saramago) que é símbolo desta iniciativa pelo seu poder evocativo e simbólico: uma metáfora do sonho e da liberdade utópica.