Os Insch agora chamam-se Nowhere To Be Found e têm música nova

Nowhere To Be Found - ph. DR

 

Fotografia: DR

 

Criados em 2014 e com um álbum de estreia em 2016, os Insch tornaram-se recentemente um quarteto (com a chegada do guitarrista João Quintais) e mudaram de nome para Nowhere To Be Found.

É já sob esta designação que vão lançar “Closer”, o seu 1º single digital e videoclip, na Sexta-feira, dia 18 de Maio. Esta versão do original dos The Chainsmokers conta com uma participação de Emily Lazar, dos norte-americanos September Mourning.

O segundo álbum de originais dos Nowhere To Be Found (ainda sem nome anunciado) encontra-se em fase de produção, com o sueco Henrik Udd, e gravação nos estúdios Wrecords. O lançamento está previsto para este ano e pode desde já avançar-se o título de outros futuros singles:

  • “Traverse” – com featuring de Matty Mullins dos norte-americanos Memphis May Fire e data de lançamento por anunciar
  • “The Prey” – com harmonias de Tyron Layley, dos londrinos New Volume e data de lançamento por anunciar