‘Kikas’ vence Bom Petisco Cascais Pro e sagra-se campeão nacional

 

Fotografia: Jorge Matreno / ANSurfistas

 

Frederico Morais sagrou-se hoje campeão nacional de surf. ‘Kikas’ conseguiu o terceiro título nacional da carreira após ter eliminado o seu directo adversário na corrida, Vasco Ribeiro, apurando-se para a final do Bom Petisco Cascais Pro, a quinta e última etapa da Liga MEO Surf 2020, que decorreu no Guincho.

‘Kikas’ garantiu logo este título depois de vencer o duelo com o amigo e rival Vasco Ribeiro. Após avançarem ambos para as meias-finais, Afonso Antunes (que chegou a esta etapa como líder do ranking) ficou automaticamente fora da luta e tudo se resumiu aos 30 minutos em que Frederico e Vasco se enfrentaram na água. Quem vencesse o duelo era campeão nacional de 2020 e foi ‘Kikas’ a levar a melhor, com 13,50 pontos contra 10,65 do adversário. Este foi o 11º encontro entre ambos em fases man-on-man, com Frederico Morais a conseguir o sétimo triunfo pessoal.

Foi uma óptima Liga em que, acima de tudo, estive muito consistente

‘Kikas’ e Vasco já se tinham defrontado ao início do dia, na 3ª ronda da prova. Vasco foi o vencedor nessa fase, mas ambos carimbaram a qualificação para os quartos-de-final. Depois disso, Frederico elevou o nível e conseguiu a melhor onda da prova, com 9,25 pontos, e também o melhor score, com 16,90, numa bateria em que venceu o jovem Guilherme Ribeiro. Já na bateria seguinte Vasco Ribeiro superou Guilherme Fonseca, garantindo assim uma super meia-final entre os dois melhores surfistas nacionais da actualidade.

O Histórico de Campeões Nacionais é o seguinte:
2020 – Frederico Morais e Teresa Bonvalot
2019 – Miguel Blanco e Yolanda Hopkins
2018 – Miguel Blanco e Camilla Kemp
2017 – Vasco Ribeiro e Carolina Mendes
2016 – Pedro Henrique e Carolina Mendes
2015 – Frederico Morais e Teresa Bonvalot
2014 – Vasco Ribeiro e Teresa Bonvalot
2013 – Frederico Morais e Carina Duarte
2012 – Vasco Ribeiro e Maria Abecasis
2011 – Vasco Ribeiro e Maria Abecasis
2010 – Justin Mujica e Francisca Santos

Frederico Morais juntou o título da etapa ao título nacional. No heat decisivo, ‘Kikas’ enfrentou Luís Perloiro, que com esta final subiu ao 4º posto final do ranking nacional. Os dois surfistas de Cascais proporcionaram uma bateria muito equilibrada, mas o triunfo acabou por sorrir a Frederico, com 13,50 pontos contra 11,15.

“Foi uma óptima Liga em que, acima de tudo, estive muito consistente”, começou por dizer Frederico Morais após o triunfo no Guincho. “Em cinco etapas fiz duas finais e três meias-finais, o que foi bom. Não podia estar mais feliz por ter conquistado o título a competir em casa. Um grande obrigado à World Surf League por me ter deixado participar na Liga MEO Surf e a todos os que nos permitiram estar a competir”, frisou.

Já na prova feminina, Teresa Bonvalot (que já se sagrara campeã nacional antecipadamente) voltou a ser dominadora do início ao fim, tal como acontecera ao longo de grande maioria das etapas esta época. Depois de vencer Carolina Mendes na meia-final, Teresa foi mais forte que a júnior Gabriela Dinis na final, somando 14,75 pontos contra 11,75 pontos da actual campeã nacional Sub-16.

Foi um óptimo campeonato e a melhor forma de terminar o ano

“Foi um óptimo campeonato e a melhor forma de terminar o ano”, começou por afirmar Teresa Bonvalot após a final. “Como já era campeã nacional não estava tão nervosa, mas queria chegar aqui e mostrar a razão de ter sido campeã de forma antecipada. Faço um balanço muito positivo do ano. Tive bons resultados e só me faltou vencer duas das etapas. Estou muito feliz e pronta para a próxima temporada”, vincou.

Este foi o 20º triunfo da carreira de Teresa Bonvalot, de apenas 21 anos, na Liga MEO Surf. Teresa, que este ano já tinha vencido outras três etapas, estando numa sequência de três vitórias seguidas, está a somente quatro triunfos de igualar o histórico registo de vitórias de Patrícia Lopes.

Os campeões nacionais de 2020 acabaram, assim, por serem também os mais fortes na etapa final, fechando com chave de ouro uma temporada em que o título português foi o único do surf mundial a ser discutido em formato de circuito.

Resultados finais do Bom Petisco Cascais Pro

Final masculina: Frederico Morais 13,50 x Luís Perloiro 11,15
Final feminina: Teresa Bonvalot 14,75 pontos x Gabriela Dinis 11,75
Somersby Onda do Outro Mundo: Frederico Morais, 9,25 pontos, nos quartos-de-final
Renault Expression Session: Guilherme
Ribeiro Sumatra Surf Trip (Melhor Júnior): Afonso Antunes e Kika Veselko
Cascais Best Surfer: Frederico Morais e Gabriela Dinis
Bom Petisco Girls Score: Teresa Bonvalot, 14,75, na final