Hélia Correia vence Grande Prémio de Romance e Novela

Hélia Correia. - ph. DR

 

Fotografia: DR

 

Hélia Correia, escritora com fortes ligações a Mafra, venceu recentemente o Grande Prémio de Romance e Novela 2018 da Associação Portuguesa de Escritores (APE) / Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) pela obra “Um Bailarino na Batalha”.

Se este prémio chegou no final de Junho, na última Sexta-feira o Executivo da Câmara Municipal de Mafra deliberou, por unanimidade, aprovar um voto de congratulação à autora do livro que narra a epopeia, através do deserto, dum grupo de caminhantes que pretende fugir à tragédia da guerra e ruma à esperança na paz, em direcção à Europa.

Natural de Lisboa, Hélia Correia cresceu em Mafra, honrando esta ligação afectiva tanto nas suas produções literárias como nas suas intervenções públicas, destacando-se a forma como aceitou dar o seu nome à Escola Básica da vila-sede de Concelho, contributo que motivou, em 2016, a atribuição da mais elevada condecoração municipal: a Medalha de Honra da Vila de Mafra.

O prémio maior da ficção portuguesa junta-se ao amplo número de distinções que honram a obra da escritora, de que são exemplos o Prémio Máxima de Literatura 2000, o Prémio de Ficção do PEN Clube 2001, o Prémio D. Dinis 2002, o Prémio Máxima de Literatura 2006, o Prémio da Fundação Inês de Castro 2010, o Prémio Literário Correntes d’Escrita 2012, o Prémio de Poesia do PEN Clube 2013, o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco 2015, o Prémio Camões 2015 (o maior galardão literário dedicado à Literatura em Língua Portuguesa) ou o Prémio Escritora Galega Universal 2017.