Ericeira Surf Clube revalida título de Campeão Absoluto na Taça de Portugal de Surfing 2019

 

Fotografia: Ericeira Surf Clube

 

O Ericeira Surf Clube (ESC) sagrou-se ontem Bi-Campeão Absoluto da Taça de Portugal de Surfing, que terminou à tarde na praia da Foz do Lizandro.

A edição de 2019, que foi marcada por uma participação recorde de Clubes (23) e atletas (350 inscritos) vindos de Norte a Sul do país, chegou ao fim num dia de Sol muito quente e de competição escaldante, em que a vitória colectiva do ESC ficou assegurada por volta da hora de almoço.

A Associação de Surf da Costa de Caparica, o Aqua Carca e o Peniche Surfing Clube tiveram performances individuais e colectivas de grande nível, mas o clube local acabaria por se destacar da concorrência e fazer valer toda a evolução competitiva verificada nos últimos anos: em 2016 ficara no 3º lugar do pódio e em 2017 ascendera a vice-campeão da Taça. No ano passado, ao organizar pela primeira vez a “prova rainha” do calendário do surf nacional, conquistou um título inédito no seu historial e agora fechou o ciclo “colocando a cereja” do bi-campeonato no topo dum bolo bastante saboroso.

Ser Bi-Campeão da Taça de Portugal não acontece todos os dias

O Ericeira Surf Clube terminou a “grande festa anual dos clubes” no topo da classificação com 10.620 pontos, enquanto a Associação de Surf da Costa de Caparica (ASCC) ficou na 2ª posição com 9.490 e o Aqua Carca garantiu o 3º lugar com 8.780 pontos. Por fim, o Peniche Surfing Clube amealhou 7.672,5 pontos que lhe deram a 4ª posição da geral.

Para Miguel Barata de Almeida, Presidente do ESC, esta revalidação do título absoluto “significa o culminar dum trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos. Ser Bi-Campeão da Taça de Portugal não acontece todos os dias nem todos os anos”, destacando que o ESC conseguiu ainda o título colectivo em Surf (ficando em 3º no Longboard e em 4º no Bodyboard) e cinco títulos individuais. Além de agradecer a todas as entidades envolvidas, Miguel Barata saudou também a crescente aposta que os clubes fazem neste evento desportivo.

Ao título mais desejado pelos clubes nacionais e ao troféu colectivo no Surf, o ESC juntou ainda os seguintes títulos individuais: Afonso Antunes (Surf Cadete); Gabriel Ribeiro (Surf Júnior); Francisca Veselko (Surf Feminino Júnior); Concha Balsemão (Surf Feminino Sénior) e Filipa Broeiro – Bodyboard Feminino Júnior.

Merecem ainda destaque o Aqua Carca, que venceu o título colectivo de Bodyboard e um título individual nesta modalidade (Teresa Padrela – Bodyboard Sénior Feminino), bem como o Surfing Clube de Portugal, que conquistou o título colectivo no Longboard, onde o seu atleta Frederico Mittermayer ganhou a categoria Júnior.

Entre os dias 4 e 8 de Setembro, 23 Clubes e 350 inscritos competiram em três modalidades de ondas (Surf, Bodyboard e Longboard), disputando 4 títulos colectivos e 14 títulos individuais.

Célia Fernandes, da Câmara Municipal de Mafra, fez “um balanço muito positivo” destes dois anos de organização em conjunto com o Ericeira Surf Clube e a Federação Portuguesa de Surf. A Vereadora do Turismo, que encarou com grande emoção esta nova vitória do ESC, acrescentou ainda ser “com muita alegria que o município apoia iniciativas deste tipo, que congregam um grande número de jovens”.

As contas finais desta edição da Taça de Portugal de Surfing são as seguintes:

TÍTULOS COLECTIVOS
CLUBE CAMPEÃO ABSOLUTO – Ericeira Surf Clube
CLUBE CAMPEÃO SURF – Ericeira Surf Clube
CLUBE CAMPEÃO BODYBOARD – Aqua Carca
CLUBE CAMPEÃO LONGBOARD – Surfing Clube de Portugal

TÍTULOS INDIVIDUAIS
SURF
JUVENIL – Santiago Graça (Clube Recreativo e Cultural da Quinta dos Lombos)
CADETE – Afonso Antunes (Ericeira Surf Clube)
JÚNIOR – Gabriel Ribeiro (Ericeira Surf Clube)
SÉNIOR – Sidney Guimarães (Associação de Surf da Costa de Caparica)
JÚNIOR FEMININO – Francisca Veselko (Ericeira Surf Clube)
SÉNIOR FEMININO – Concha Balsemão (Ericeira Surf Clube)

BODYBOARD
JUVENIL – José Mano (Clube Fluvial Vilacondense)
CADETE – José Luís Silva (Clube Fluvial Vilacondense)
JÚNIOR – Joel Rodrigues (Clube Naval Povoense)
SÉNIOR – Daniel Fonseca (Peniche Surfing Clube)
JÚNIOR FEMININO – Filipa Broeiro (Ericeira Surf Clube)
SÉNIOR FEMININO – Teresa Padrela (Aqua Carca)

LONGBOARD
JÚNIOR – Frederico Mittermayer (Surfing Clube Portugal)
SÉNIOR – João Gama (Estoril Praia)

Para Miguel Toscano, do Grupo Norte, “enquanto empresa especializada em gestão de talentos, ficamos satisfeitos por contribuir para dar maior visibilidade a esta grande festa de formação dos novos talentos das ondas”. O Country Manager do principal patrocinador da Taça de Portugal de Surfing 2019 destacou ainda a decisão de introduzir nesta edição o tema da inclusão social – nomeadamente das pessoas com deficiência –, que é uma realidade bastante importante para esta multinacional de recursos humanos, através de expositores na praia para sensibilizar a comunidade e duma sessão de surf adaptado na Foz do Lizandro.