Ericeira em destaque na Stab Mag

 

Fotografia: Isaac Zoller

 

A Ericeira voltou a ser recentemente alvo de destaque pela imprensa internacional, desta vez através da Stab Mag, website australiano especializado em surf.

Num artigo assinado por Morgan Williamson e intitulado “72 Horas na Ericeira, Portugal”, a publicação traça uma espécie de guia da vila, dando especial atenção às suas ondas e outros motivos de interesse.

A peça jornalística, que teve como ponto de partida a cobertura do festival Vans Duct Tape, acabou por extravasar bastante as fronteiras geográficas de Ribeira d’Ilhas e o contexto desse singular evento que cruzou Longboard e Arte.

Começando por referir a qualidade e diversidade dos surf spots existentes ao longo desta costa – assinalados com diversos níveis de dificuldade –, bem com as potencialmente amplas amplitudes de maré, o autor passa para os encantos da zona histórica da vila, que classifica como “adorável”.

Morgan Williamson começa por classificar a Ericeira como “surf town” (ou seja, uma “vila de surf”), com fatos de neoprene a secarem à janela e lojas de surf espalhadas um pouco por todo o lado.

Após elogios à gastronomia e a uma certa aural geral de felicidade dos residentes, chega mesmo a afirmar que este é um destino indicado para “romance e tapas, boas ondas acompanhadas por vinho de várias regiões portuguesas” e tudo isto por um preço razoável.

Motivos que levam Morgar a declarar, em jeito de conclusão, que 72 horas não são suficientes para apreciar devidamente a Ericeira, onde gostava mesmo de permanecer durante mais algum tempo.

Pode ler aqui o artigo original na íntegra.