Ericeira destacada em revista polaca

 

Fotografia: skubday.com

 

No início deste ano a Ericeira foi destacada pela revista digital polaca Skubday.

Esta publicação online dedica-se a temas variados, do Snowboard ao ambiente, passando pelo Yoga… e o Surf, que é o tema central dum artigo onde também se fazem referências a outros motivos de atracção da vila jagoza.

Foi em Fevereiro de 2020 que Sylwia Petrykowska publicou “Ericeira – Em Busca da Onda Perfeita” neste site, e o texto começa exactamente com uma pergunta para quem gosta de surfar: “Qual é o lugar perfeito para encontrar ondas ideais para o surf?”

tenho a certeza que todos que gostam de surf vão adorar a Ericeira

Daqui, em jeito de resposta, a autora parte à descoberta da Ericeira enquanto Reserva Mundial (única na Europa) e vila intrinsecamente ligada ao Surf e onde surfistas profissionais, hippies, turistas e outros visitantes se sentem em casa.

Sylwia não ignora, porém, que o surf é um fenómeno relativamente recente, referindo que a “Ericeira, como a vizinha Peniche, cresceu historicamente das raízes piscatórias para um paraíso do surf” onde ao longo de cerca de 8 km costeiros se encontram ondas com graus de dificuldade muito diferentes entre si, destacando-se os Coxos como um dos melhores surf spots a nível mundial.

Além das ondas, aqui encontramos também menção a outras infraestruturas e negócios ligados a esta actividade.

O Centro de Interpretação da Reserva Mundial de Surf, com destaque para a mesa interactiva, não poderia ser esquecido, tal como as escolas, lojas, outlets, restaurantes – existem algumas menções à gastronomia nacional, com destaque para as sardinhas assadas – e bares virados para o surf.

Numa das conclusões do artigo, Sylwia Petrykowska escreve que “nem toda a gente gosta de surfar ou de Portugal. No entanto, tenho a certeza que todos aqueles que gostam de surf vão adorar a Ericeira. Mesmo quando o vento do oceano sopra tão forte que dá a impressão de que vai partir os vidros da janela.”

Pode ler aqui o artigo original (redigido em língua polaca) na íntegra.