Despomar passa a representar a Olatu em Portugal

Despomar representa Olatu - ph. DR

 

Fotografia: DR

 

A Despomar já é a representante oficial da Olatu (distribuidora das marcas de pranchas de surf Pukas, Channels Islands, Lost Surfboards, Indigo e McTavish) em Portugal.

A parceria foi oficializada Segunda-feira, durante o primeiro meeting entre ambas as empresas, que teve lugar no Lapoint Surf Camp, na Ericeira, contando com a presença de alguns dos melhores shapers do mundo, como Axel Lorentz (Pukas), Gael Blouet (Channels Islands), David Santos (Lost), bem como com a presença surpresa de Bob McTavish, uma lenda no meio do surf e um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento das shortboards.

“Durante estes 30 anos o surf tem estado no coração e ADN da Despomar, por isso faz todo o sentido unirmo-nos às melhores marcas de surf. As pranchas são, sem dúvida, importantes para a continuação do desenvolvimento do nosso negócio e da indústria em Portugal”, afirmou Pedro Fernandes, director comercial da Despomar, Lda.

“Vamos solidificar aquilo que é o nosso negócio, mas sobretudo algo que nos está no sangue. Esta parceria reforça o portfolio da Despomar com algumas das melhores marcas do mundo, como por exemplo a Lost, as Al Merrick, as McTavish, a Pukas, entre outras. Vamos abrir um novo capítulo na nossa história”, frisa o responsável.

Paulo Martins (Despomar) e Bob McTavish

Situada no País Basco, a fábrica da Pukas começou em 1973, quando Iñigo Letamendia, Marian Azpiroz e Miguel Azpiroz se juntaram para criar a primeira prancha de surf. Daí até começarem a receber outros shapers foi apenas um passo na história da marca. “Alguns dos shapers internacionais que faziam pranchas para a Pukas já tinham a sua própria marca”, começa por explicar Adur Letamendia, responsável pelo negócio de família. Contudo, com o crescimento da indústria e com o objetivo de incluir todas as marcas, incluindo a própria Pukas Surfboards, a empresa optou por mudar o nome. “A Olatu nasce da necessidade de dar uma distribuição profissional a todas as outras marcas internacionais. Em mais de 40 anos de empresa passaram por aqui alguns dos melhores shapers do mundo”, explica.

Quanto à parceria entre a Olatu e a Despomar, Adur acredita que é bastante benéfico. “Sentimos que a família cresceu e ficou bem mais sólida. É um passo muito mais profissional num país que conhecemos bem, que tem muito potencial e que é uma mina de ouro no que toca às ondas. “A Despomar é uma empresa que tem muitos anos de experiência, que conhece muito bem o mercado”, sublinha, acrescentando que a seu ver, a aquisição da loja 58 pela empresa portuguesa foi “mais um passo fantástico para estar mais perto do surf”. “É uma equipa apaixonada por pranchas e nós precisamos disso. Precisamos de pessoas que gostem de surf e gostem de pranchas”, conclui.