Crédito de 10 milhões de euros para reconstrução de apoios e estabelecimentos de praia

Tempestade Hércules Algodio 2014. - ph. AZUL

 

Fotografia: AZUL

 

O Turismo de Portugal e a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) criaram uma linha de financiamento para os Apoios de Praia e Estabelecimentos de Restauração e Bebidas e Hotelaria afectados pelas tempestades costeiras deste Inverno, divulgou a AHRESP na Segunda-Feira.

No comunicado, a associação infoma que “para esta linha de financiamento foi alocada uma verba de 10 milhões de euros e criado um quadro prioritário de acesso a este apoio”. Foi estabelecido um prazo de resposta de cinco dias úteis e aceitação automática, por parte do Turismo de Portugal, dos projectos com o objectivo de reconstruir e requalificar os Apoios de Praia, quando enquadrados com as regras da linha de crédito. Os investimentos que já tenham sido realizados também podem aceder à linha de apoio desde que este ainda não se encontre totalmente concluído.

A primeira sessão de esclarecimento para empresários sobre a linha de crédito teve lugar no dia 26 de Março no Furadouro, Ovar. Segue-se a Costa da Caparica, no auditório do Posto de Turismo, na quinta-feira; e Faro, no dia 9 de Abril.

A costa da Ericeira foi bastante afectada pelas intempéries que atingiram Portugal em Janeiro e Fevereiro. As praias do Algodio, Sul e Foz do Lizandro foram as mais atingidas, especialmente pela tempestade Hércules, no início de Janeiro.