Céus

 

Fotografia: Sérgio Oliveira

 

2019 arrancou ontem e começa a abrir as asas para voar pelos céus ao longo de 12 meses cuja história está por escrever.

Quando o vento e o tempo estiverem de feição haveremos de aproveitar para cobrir longas distâncias, aventurando-nos para fora da nossa zona de conforto.

Segundo reza o adágio, “gaivotas em terra, tempestade no mar”… lembrando que nos tempos mais conturbados também necessitamos dum porto de abrigo e duma mão amiga.